Silas Malafaia afirma apoio a João Dória para presidente em 2018

Compartilhe nas redes.

Eleições 2018: “João Doria será um ótimo presidente”, afirma pastor Silas Malafaia

Apesar das eleições presidenciais de 2018 ainda estão um pouco distantes no calendário elas podem se transformar em grandes surpresas e até gerar situações insanas, dado o atual cenário político no Brasil, em que todos os principais nomes postulantes ao cargo estão envolvidos em muitos escândalo de corrupção e desvio de verba publica, além de praticamente todos os partidos serem acusados de “caixa dois”.

As surpresas já começaram. Enquanto muitos apostavam em Silas Malafai para presidente, o mesmo, optou por apoiar um possível candidato que faz parte de um dos partidos que até pouco tempo atrás era considerado inimigo dos crentes.

A primeira surpresa já surgiu: Malafaia disse acreditar que João Dória (PSDB) seria um bom mandatário.

Essa surpresa se explica: o pastor Silas Malafaia vinha tecendo comentários elogiosos ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), enaltecendo a completa ausência de acusações de corrupção contra o político. E do outro lado, Bolsonaro já havia começado articular o apoio do pastor para sua candidatura.

Em uma entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Malafaia disse ver com bons olhos uma eventual candidatura do prefeito paulistano ao Planalto, mesmo que Dória já tenha dito reiteradas vezes que foi eleito para “prefeitar” a maior cidade do país.

“Se não descambar, Dória ia fazer um bem danado para o Brasil. Desconfio que ele será um ótimo presidente”, afirmou Malafaia, apostando que se for candidato, o prefeito tem reais chances de ser eleito, já que seu estilo de governo – ou gestão, como Dória prefere dizer – tem chamado atenção de todo o país.

Apesar das surpresas já começarem, ainda estamos distantes da real eleição ou candidatura de possíveis presidenciáveis. E mesmo que ele tenha dito que não almeja a presidência e que iria escolher apoiar um candidato cristão. Malafaia ainda pode sim vir como candidato a presidente, e sim, possui chances reais de ser eleito. Vista a grande desordem que se tornou o atual quadro politico no Brasil e o envolvimento de praticamente todos os lideres políticos do país com processos envolvendo corrupção e caixa dois.

Compartilhe nas redes.

Comments are closed